Precisa de faculdade para ser dev? Entenda!

Diferente de muitas profissões, muitas áreas na TI não exigem um diploma para atuação profissional. Um exemplo disso são os desenvolvedores de software. Apesar de existirem cursos superiores, como o de Análise e Desenvolvimento de Sistemas, a faculdade não é essencial para você se tornar um dev. Pelo contrário, somente o curso superior pode não ser o suficiente para você ter uma carreira de sucesso na área. Descubra, neste artigo, os principais pontos a se considerar sobre este assunto.

Faculdade para ser dev: o que dizem?

Em novo vídeo do canal da Refatorando, Roger assiste a dois vídeos sobre o assunto a fim de exemplificar o assunto. Assim, o primeiro deles é do canal Clever Programmer, enquanto o segundo é de Elon Musk, empresário por trás da Tesla e outras.

O criador por trás do canal Clever Programmer, no vídeo assistido por Roger, destacou sua experiência com a faculdade e trabalhos freelancer. De acordo com ele, ter começado a fazer um alto valor com trabalhos autônomos mesmo antes de terminar a graduação fez com que ele percebesse que não precisava finalizar o curso para ter o sucesso que procurava na carreira como dev.

Por sua vez, Elon Musk inicia sua fala defendendo que as pessoas não precisam de um diploma universitário. Ainda, o empresário reforça que o valor da faculdade na vida do indivíduo está no indicativo de que ele é capaz de trabalhar duro em algo, além de a possibilidade de socializar com outras pessoas da mesma faixa etária ao invés de ingressar logo no mercado de trabalho. Em contrapartida, Musk defende que é possível aprender praticamente qualquer coisa através da internet e, muitas vezes, gratuitamente.

As empresas não exigem diploma?

São diversos os exemplos de profissionais que não possuem um diploma universitário e conseguiram uma oportunidade em grandes empresas. A exemplo disso, Roger menciona o Google, Tesla e a Apple. Entretanto, para toda regra há exceção e existem empresas que irão, sim, incluir a faculdade como um requisito para suas vagas. Mesmo assim, ele reforça que tudo o que você, enquanto profissional, precisa é uma oportunidade, não todas. Ou seja, enquanto algumas empresas pedirão o curso superior, outras não terão essa exigência, o que permitirá que você consiga uma oportunidade.

Dessa forma, conhecer seus objetivos também será essencial para essa tomada de decisão.

Ainda assim, Roger afirma que, muitas vezes, a experiência prática pode se sobressair ao diploma solicitado apenas por praxe. Com isso, é importante que você consiga demonstrar sua expertise prática e técnica através de portfólio e GitHub, por exemplo.

Faculdade: fazer ou não fazer?

Através desses dois vídeos, Roger reforça que a profissão de desenvolvedor não exige um diploma, uma vez que também há muito mais na carreira de um dev do que o que é ensinado na faculdade. Ainda, instituições de ensino superior costumam trabalhar com uma grade ampla e generalista, sem foco em uma única área, como se espera de um profissional.

Entretanto, antes de tomar a decisão sobre fazer uma faculdade ou não, é preciso levar em consideração o seu perfil profissional. Afinal, o estudo autodidata não é uma realidade para todos, uma vez que exige muita disciplina e comprometimento. Dessa forma, você deve levar em consideração o seguinte:

  • Estudar por conta própria pode ser extremamente desafiador e, se você não tiver o perfil correto, ainda pode não fornecer os frutos esperados. Antes de decidir pelo autodidatismo, verifique se você tem a capacidade de manter-se motivado, organizado e autogerenciar-se para cumprir com o seu plano de estudos e alcançar os objetivos.
  • Conforme dito anteriormente, a faculdade oferece muito conhecimento teórico e generalizado, o que faz com que você não tenha uma especialização ao término do período de curso (de 2 a 4 anos). Assim, mesmo que você faça a graduação, ainda será necessário fazer cursos livres e complementares para tornar-se um especialista e estar, de fato, pronto para o mercado de trabalho.

Qual é o melhor caminho?

Em meio a essas possibilidades, Roger explica que “o caminho dos sonhos” envolveria conciliar a graduação e cursos de forma simultânea. Entretanto, são poucas as pessoas que possuem recurso e tempo para dedicar a essa opção. Dessa forma, se você tem pressa para entrar no mercado de trabalho, o recomendado é encontrar um curso que atenda às suas necessidades e te guiará aos seus objetivos profissionais, de forma que dentro de um ano e meio, em média, você já pode estar atuando na área.

Se não for o seu caso e você não tiver pressa para ingressar no mercado, Roger destaca que fazer a faculdade tranquilamente pode ser uma opção. Entretanto, ele reforça que demorar muito pode fazer com que você fique para trás em um mercado tão dinâmico quanto a TI. Por isso, recomenda manter o foco, buscar descobrir a área com que você se identifica para poder começar, mesmo que esta mude posteriormente.

Você não precisa de faculdade para ser dev

O debate sobre a necessidade de um diploma é extenso, mas as possibilidades são diversas e variam de acordo com o perfil de cada um e seus objetivos profissionais. Confira os insights sobre o assunto e os argumentos de Roger em nosso canal do YouTube:

  • Vale a pena fazer a faculdade de Análise e Desenvolvimento de Sistemas?

    Se você está considerando fazer a faculdade de Análise e Desenvolvimento de Sistemas, mas não tem certeza do que esperar da grade curricular ou até mesmo se ainda vale a pena fazer o curso hoje em dia, está no lugar certo. Afinal, neste post, vamos explorar essas questões e dar uma visão detalhada sobre o…

  • LinkedIn de programador: Dicas para melhorar o seu

    LinkedIn de programador: entenda o algoritmo e confira dicas para melhorar o seu perfil e score na plataforma

  • Precisa de faculdade para ser dev? Entenda!

    Você não precisa de faculdade para se tornar um DEV. Por mais que existam profissões que exigem um diploma, na programação não é o caso.